Novas tabelas de retenção reduzem IRS até 25 euros num salário de 1.350

Alterações ao IRS que chegam em 2023 fazem com que salário de 1.350 euros pague menos 15 euros de IRS, em janeiro, e menos 25 euros, a partir de julho, face ao que paga em 2022.


As alterações ao IRS  que chegam em 2023 vão fazer com que um salário de 1.350 euros pague menos 15 euros de IRS, em janeiro, e menos 25 euros, a partir de julho, face ao que paga em 2022.

Segundo as mesmas simulações, um solteiro sem dependentes, com um salário bruto de 1.350 euros desconta atualmente, por via do IRS, 219 euros. Em janeiro, com as novas tabelas de retenção verá o imposto cair para 204 euros e a partir e julho terá nova redução, passando a descontar 194 euros.


Caso esta pessoa, com estas características, tenha um aumento salarial de 5,1% em janeiro (o que fará o seu salário avançar para os 1.419 euros brutos mensais), a retenção na fonte do IRS será de 230 euros entre janeiro e junho (resultando num salário líquido de imposto de 1.189 euros), descendo para os 213 euros a partir de julho (com o salário líquido de IRS a ficar em 1.204 euros).

Um solteiro com um dependente e um salário bruto de 850 euros, desconta atualmente 57 euros de IRS. Em 2023, este contribuinte terá um alívio de 20 euros a partir e janeiro, passando a descontar 37 euros. Em julho, nova mudança, com a retenção do imposto a baixar para um euro.

Esta evolução fará com que o salário líquido de imposto passe dos 793 euros atuais, para 813 em janeiro e para os 849 euros a partir de julho.

Tendo um aumento de 5,1% em 2023, o salário bruto sobe para 893 euros, com as novas tabelas de retenção a assegurarem um valor líquido de imposto (sem contar com os descontos para a Segurança Social) de 834 euros em janeiro e de 871 euros de julho em diante.

Esta evolução dos descontos (e consequentemente do valor líquido em caso de manutenção ou aumento do salário) refletem duas situações: por um lado, as novas tabelas de retenção na fonte que vão vigorar entre 1 de janeiro e 30 e junho e que são atualizadas tendo por base as mudanças no mínimo e existência, a atualização em 5,1% dos escalões e a redução de 21% para 23% da taxa marginal do segundo escalão do IRS, previstas no Orçamento do Estado para 2023 (OE2023).

Por outro, o novo modelo de tabelas de retenção na fonte que arranca em julho e que segue uma lógica de taxa marginal, em linha com os escalões de IRS, visando evitar situações de regressividade.

“Uma vez adotado o novo modelo, a um aumento de salário bruto corresponderá sempre uma melhoria do salário líquido” ao contrário do que “se verificava em algumas situações com o modelo de retenção atual”, refere o Ministério das Finanças.

É isto que faz com que um trabalhador casado com um dependente e com rendimento bruto de 2.500 euros por mês que não tenha sido aumentado mantenha o seu rendimento no primeiro semestre, sentindo um aumento líquido de 41 euros a partir de julho.


Tendo uma atualização salarial de 5,1%, terá um ganho mensal de 75 euros até junho e de 120 euros a partir de julho.

In eco, 05/12/2022

OUTRAS NOTÍCIAS

Conheça com a Saber Transmitir os motivos para investir em formação profissional.

Texto produzido pelo formador Nuno Moço - Especialista em Recursos Humanos e Marketing Digital

LER MAIS

Qual o sentido da formação profissional no futuro do trabalho?

Excertos retirados da Revista Dirigir & Formar, nº 23, IEFP

LER MAIS

Mude de atitude, aprenda todos os dias com a Saber Transmitir !!

Aprender ao longo da vida é uma necessidade básica como alimentar-se.

LER MAIS

Qual é a formação obrigatória para empresas em primeiros socorros?

Texto produzido pelo formador José Pinto - Técnico de Higiene e segurança no trabalho

LER MAIS

Quais as funções de um assistente administrativo numa empresa de acordo com a Saber Transmitir

Os secretários e assistentes administrativos executam uma variedade de tarefas administrativas relativas ao funcionamento de uma empresa privada ou serviço público, seguindo procedimentos estabelecidos.

LER MAIS

O que é a Certificação de Formadores?

Neste artigos pretendemos esclarecer quais as regas de acesso à profissão de formador(a).

LER MAIS

Como determinar o ROI (retorno de investimento) do e-learning

A aposta no desenvolvimento de competências das pessoas é fundamental para a melhoria da competitividade de qualquer empresa no mercado onde atua. Cada vez mais as empresas estão cientes disto e estão a apostar mais na qualificação das suas pessoas.

LER MAIS

Qual a importância do estágio na formação profissional segundo a Saber Transmitir

Texto produzido pela formadora Ana Branquinho - Mestre em Empreendedorismo e inovação de Recursos humanos

LER MAIS

Qual a formação obrigatória para empresas em maquinas e equipamentos de trabalho? A Saber Transmitir explica

Texto produzido pelo formador José Pinto - Técnico de Higiene e segurança no trabalho

LER MAIS

Como fazer um plano de formação profissional na empresa?

Existem três passos que são considerados fundamentais para elaborar um plano de formação, no entanto, devemos realçar que as atividades e os objetivos da formação variam conforme a realidade e o propósito de cada organização.

LER MAIS

A SABER TRANSMITIR apresenta os direitos dos trabalhadores - formação profissional

CÓDIGO DE TRABALHO - Lei n.º93/2019, no artigo 131.

LER MAIS

Protocolo estágio profissional

Protocolo Saber Transmitir - Farmácia Quintans

LER MAIS

Estágio profissional em contexto de trabalho

Protocolo Saber Transmitir - Centro veterinário da Lourinhã

LER MAIS

O que é a D.G.E.R.T.?

Entidade nacional responsável pela acreditação das empresas de formação.

LER MAIS

O PASSAPORTE QUALIFICA. O que é?

A formação do SABER TRANSMITIR - ESCOLA DE NEGÓCIOS E DAS PROFISSÕES GLOBAIS é registada no seu PASSAPORTE QUALIFICA.

LER MAIS

TESTEMUNHOS

As opiniões de quem já realizou cursos na Saber Transmitir.

Terminei o Curso de auxiliar de fisioterapia e reabilitação, em b-learning, e gostei muito. Gostei muito da forma como a formação está organizada, desde as aulas em direto às aulas na plataforma. As aulas presenciais foram muito importantes para colocar na prática o que aprendi. Fiz estágio e fiquei a trabalhar na empresa que me foi aconselhada pela equipa da Saber transmitir. Obrigada a todos.

Cátia Borges, Torres Vedras

Em relação à consulta, fiquei sem dúvida com uma percepção mais efetiva sobre a minha pessoa. Confirmei algumas coisas das quais já tinha alguma noção e esclareci outras. É sempre positivo ter uma opinião sobre nós, vinda de quem não nos conhece porque à partida vai ser verdadeira e tiramos daí conclusões. Aconselho a quem tiver dúvidas, que não hesite e se teste.

António Henriques, Lourinhã

Gostei imenso da consulta de gestão de carreira. Consegui validação de algumas noções que tinha sobre mim, dadas não por alguém que me quer agradar, mas sim por alguém que não me conhece. Senti, por outro lado, como que uma “lufada de ar fresco” com dados e noções novos. Recomendo esta consulta mesmo para quem não está “perdido”, mas também para quem procura validação para o caminho que está a tomar.

Cátia Carvalho, Encarnação - Mafra

Terminei o Curso Assistente de Contabiliadade, em e-learning, e gostei muito. Gostei muito da forma como a formação está organizada e dos desafios e trabalhos que me foram pedidos. Considero que aprendi muito mais do que em outras formações que realizei pessoalmente. A equipa de formadores e a coordenadora foram espetaculares, porque estiveram sempre disponíveis para me responder todas as questões. O facto de termos 2 aulas por semana em vídeo conferência, ajudaram a manter a minha motivação e aprendizagem, assim como me permitiu conhecer colegas que estavam em vários locais do país. Até fiz amigos. A plataforma da Saber Transmitir está muito bem organizada e pode ficar com todos os materiais de estudo. A utilização do Software TOConline foi fundamental para me adaptar ao mundo do trabalho em empresas. Este é um curso que eu conselho a todos.

Ana Catarina Costa, Aveiro

Terminei o Curso de Assistente de Administrativo, em e-learning, e gostei muito. Gostei muito da forma como a formação está organizada e dos desafios e trabalhos que me foram pedidos. Considero que aprendi muito mais do que em outras formações que realizei pessoalmente. A equipa de formadores e a coordenadora forma espetaculares, porque estiveram sempre disponíveis para me responder todas as questões. O facto de termos 2 aulas por semana em vídeo conferência, ajudaram a manter a minha motivação e aprendizagem, assim como me permitiu conhecer colegas que estavam em vários locais do país. Até fiz amigos. A plataforma da Saber Transmitir está muito bem organizada e pode ficar com todos os materiais de estudo.

Sandra Fonseca, Felgueiras