Mude de atitude, aprenda todos os dias!

Aprender ao longo da vida é uma necessidade básica como alimentar-se.

Verificamos o contexto de incerteza atual, e esquecemo-nos de analisar, que com ou sem pandemia, à mais de 40 anos vimos em incerteza. A vida, e as exigências dos tempos atuais, mostram que a luta pelo sucesso profissional e pela felicidade pessoal, segue hoje, outros contornos. Na vida pessoal, buscamos experiências e relacionamentos positivos e que nos ajudem a descontrair. Em 2020, e em 2021, temos de ser criativos e reinventar as nossas formas de lazer. As sugestões, podem passar por descobrir o prazer de ler um livro, de melhorar a alimentação, feita em casa, ou dedicarmo-nos mais ao atividades físicas que melhoram a nossa saúde. Na vida profissional, no tempo de confinamento que vivemos, pode apresentar-se como uma oportunidade para analisar a progressão da nossa carreira. As perguntas a fazer, para realizar um diagnóstico cuidado, devem passar por uma reflexão descansada, onde escrevo tudo numa folha de papel, do que quero e do que não quero, para o meu futuro. Logo de seguida devo definir prazos alargados, 1 a 3 anos, para realizar o que defini, e que desejo fazer para a minha vida profissional. A aprendizagem denota-se de imediato como uma estratégia, ou um meio, de atingir sucesso profissional, visto que se desejo mudar de emprego, posso não estar habilitado para novas funções. Existe no entanto ainda outro tipo de aprendizagens que se evidenciam como de elevada importância, quando a nossa ambição nos faz pensar em desafios internacionais, sendo a aprendizagem ou aperfeiçoamento do conhecimento de uma língua estrangeira, é inevitável. Sendo assim reinvente-se em tempos de confinamento, aprenda coisas novas, aprenda novas profissões e treine novas competências, afinal está cheio de tempo para o fazer. O desafio é sairmos da nossa zona de conforto, pois só assim vamos desenvolvermo-nos mais como pessoas e profissionais e encontrar a felicidade.

Será este o sentido da Vida? penso que sim ... todos procuramos a felicidade, mas temos que trabalhar para que ela aconteça.

Ana Branquinho Coordenadora pedagógica do SABER TRANSMITIR-ESCOLA DE NEGÓCIOS E DAS PROFISSÕES GLOBAIS

OUTRAS NOTÍCIAS